A mescla de antigas ciências com novos conceitos através do Visagismo

  1. Introdução

O Visagismo é uma combinação de ciências existentes desde a antiguidade com novos conceitos que foram sendo descobertos ao longo dos séculos.

É uma profissão existente desde a década de 1930, e que está em constante mutação e desenvolvimento, tornando-se cada vez mais rica e com mais aplicações no dia-a-dia.

2.Ciências antigas usadas até hoje

A ciência visagista é composta de muitos estudos diferentes, nas áreas de geometria, matemática, história, geografia, psicologia, estudo das cores, moda, fisionomonia, temperamentos, personalidade e estilo são apenas alguns das inúmeras ramificações que o Visagismo possui.

Diversos pensadores e estudiosos contemplam também o Visagismo com seus estudos e conhecimentos como Platão, Aristóteles, Pitágoras, Freud, Jung, Steiner, Goethe. Diversos desses pensadores e seus conceitos estão reunidos no livro “Conceitos do Belo que Influenciam o Visagismo” escrito pelo professor de Visagismo acadêmico e virtual Robson Trindade.

3. O profissional visagista

Apesar da grande maioria dos visagistas atualmente no Brasil serem cabeleireiros, não há necessidade que o visagista seja, pois o trabalho desse profissional é só elaborar o projeto, não necessariamente executá-lo.

Atualmente, com o advento do Visagismo acadêmico, qualquer pessoa que queira pode se tornar um profissional visagista, já que contamos com cursos extensivos, intensivos, graduação, pós-graduação, MBA e agora também EAD para as pessoas que não tem disponibilidade para aulas física ou que se encontra em outras localidades.

4. Consultoria visagista

Para realizar uma consultoria visagista, é necessário que o visagista realize uma anamnese recolhendo uma série de informações.

Essas informações vão desde fotografias, questionário, entrevista detalhada entre tantas outras coisas que o profissional visagista julgue necessárias para que a consultoria seja realizada com maestria.

5. Dossiê visagista

O resultado de toda essa anamnese é um documento chamado Dossiê visagista.

No Dossiê visagista, todas as informações colhidas com essa anamnese detalhada, se transformam em projetos das mais diversas áreas como corte de cabelo, cor do cabelo, pele, vestimenta, análise cromática entre muitas outras.

A reunião de todos esses projetos resulta em um livro, um documento personalíssimo que é o Dossiê visagista.

São informações que o cliente irá utilizar o resto da vida, pois se trata de informações únicas e personalizadas.

6. Profissionais que trabalham em conjunto com o Visagista

Como já dissemos anteriormente, a ciência visagista é composta por uma grande equipe multidisciplinar como:

  • Dentista
  • Cirurgião plástico
  • Maquiadora
  • Cabeleireiro
  • Micropigmentadora
  • Esteticista
  • Estilista
  • Designer de acessórios
  • Empresa de óculos
  • Barbeiro
  • Psicólogo

Esses profissionais irão trabalhar em conjunto e baseados nas informações captadas e fornecidas pelo Consultor visagista para que a harmonização da imagem seja realizada em perfeita sintonia.

7. Outras aplicações do Visagismo

A grande maioria das pessoas conhecem o Visagismo  como ‘a elaboração do corte de cabelo’ e nada mais.

Porém, o Visagismo pode e é utilizado em diversos segmentos como:

  • No desenvolvimento de produtos de qualquer segmento
  • Corporativo, no trabalho com o RH, que auxilia o profissional de RH
  • Corporativo, na análise e organizacional da empresa física
  • Corporativo, desde no início, como logomarca, projeto do espaço em detalhes até escolha do imóvel
  • No teatro e TV na caracterização de personagens
  • No teatro na elaboração de cenários

Essas são apenas algumas das possibilidades nas quais o visagista pode atuar

8. Conclusão

Toda essa mescla só faz com que o Visagismo fique cada vez mais fortalecido e consolidado tanto na mente das pessoas como uma profissão que apesar de existir a muito tempo, a cada momento encontramos mais vertentes que compõem e enriquecem essa promissora profissão.

9. Assista ao conteúdo no formato de Libras